Faça Uma Busca:
 
 



Home / História / Patrimônio Mundial

LISTA DO PATRIMÔNIO MUNDIAL DA CHINA



Grande Muralha da China


Patrimônio Mundial: Local Cultural
Registrado em: 1987
Localização: Norte da China, estendendo-se desde a província de Liaoning a este até à província de Gansu, a oeste.

Por volta do ano 220 a.C., durante o reinado de Qin Shin Huang, foram unidas secções de fortificações anteriormente construídas, por forma a constituírem um sistema de defesa unificado contra eventuais invasões provenientes do norte.
A construção prosseguiu até à dinastia Ming (1368-1644), quando a Grande Muralha se tornou na maior estrutura militar do mundo. A sua importância histórica e estratégica pode apenas ser comparada ao seu valor arquitetônico.

Característica Notável:
A maior estrutura militar de defesa do mundo.

Veja Mais em: Arquitetura/muralha
 



Monte Tai

Patrimônio Mundial: Local Cultural e Natural
Registrado em: 1987
Localização: Província de Shandong

O Monte Sagrado Tai foi objeto de um culto imperial durante cerca de dois mil anos e as obras-primas artísticas que contém encontram-se em perfeita harmonia com a paisagem natural. Tem sido sempre uma fonte de inspiração para os artistas e estudiosos chineses, simbolizando as antigas crenças e civilizações chinesas.

Característica Notável: Lugar único associado a antigas práticas religiosas e espirituais chinesas.



Palácio Taihe na Cidade Proibida

Patrimônio Mundial: Local Cultural
Registrado em: 1987
Localização: Centro de Pequim

Sede do poder supremo durante mais de cinco séculos, a Cidade Proibida, com os seus jardins paisagísticos e inúmeros edifícios, cujas 9000 divisões contêm mobiliário e obras de arte, constitui um testemunho inestimável da civilização chinesa durante as dinastias Ming e Qing.

Característica Notável: É o maior e mais bem preservado palácio Ming / Qing.




Grutas Mogao

Patrimônio Mundial: Local Cultural
Registrado em: 1987
Localização: Província de Gansu

Situadas num ponto estratégico ao longo da Rota da Seda, um local importantíssimo para o comércio assim como de influências intelectuais, culturais e religiosas, os 492 santuários em cavernas e grutas em Mogao são famosos pelas suas estátuas e pinturas rupestres, abrangendo cerca de 1000 anos de arte budista.

Característica Notável: Valiosa arte budista.

 



Mausoléu do Primeiro Imperador Qin

Patrimônio Mundial: Local Cultural
Registrado em: 1987
Localização: Província de Shanxi

Não há dúvida que ainda restam milhares de estátuas a serem desenterradas neste local de investigação arqueológica, apenas descoberto em 1974. Qin, o primeiro imperador a unificar a China, morreu em 210 a.C. e foi sepultado rodeado pelos famosos guerreiros de terracota, no centro de um complexo concebido para refletir o mapa urbano da capital, Xianyan. As figuras, todas diferentes, com os seus cavalos, quadrigas e armas, são obras-primas de realismo, com grande interesse histórico.

Característica Notável: Vasto mausoléu imperial com guerreiros em terracota.



Local do Homem de Pequim, em Zhoukoudian

Património Mundial: Local Cultural
Registado em: 1987
Localização: Fangshan, no distrito de Pequim

Estão ainda em curso trabalhos científicos no local, situado 42 quilômetros a sudoeste de Pequim, o qual, até agora, levou ao descobrimento dos vestígios do Sinanthropus pekinensis, que viveu na era do Pleistocénico médio, juntamente com diferentes objetos, e de vestígios do Homo sapiens, que remontam a datas tão longínquas como 18000 a 11000 a.C. O local é não só um excepcional exemplo das sociedades humanas ancestrais do continente asiático, como também ilustra bem o processo de evolução.

Característica Notável: Existência de elos na evolução humana.



Monte Huang

Património Mundial: Local Cultural e Natural
Registrado em: 1990
Localização: Província de Anhui

Huangshan, conhecida como “a mais bela montanha da China”, foi aclamada pelas artes e pela literatura durante grande parte da história chinesa (o estilo Shanshui “montanha e água”, de meados do séc. XVI). Atualmente, continua a exercer o mesmo fascínio nos visitantes, poetas, pintores e fotógrafos que vêm em peregrinação a este local encantado, conhecido pela sua paisagem natural magnífica, composta por inúmeros cumes e rochas de granito que emergem de um mar de nuvens.

Característica Notável: Paisagem e cultura especiais.




Região de Interesse Histórico e Panorâmico do Vale de Jiuzhaigou

Património Mundial: Local Natural
Registrado em: 1992
Localização: Prefeitura autônoma de Aba Tibetana

e Qiang, na província de Sichuan Estendendo-se ao longo de 72000 hectares no norte da província de Sichuan, o recortado Vale de Jiuzhaigou situa-se a uma altitude de mais de 4800 metros, e inclui uma série de diversos ecossistemas de floresta. As suas magníficas paisagens são particularmente interessantes devido à série de formas cônicas e estreitas de paisagem cársica e às espetaculares quedas de água. Habitam no Vale cerca de 140 espécies de aves, assim como um grande número de plantas e animais em vias de extinção, incluindo o panda gigante e o takin (ungulado de nome científico Budorcas taxicolor), de Sichuan.

Característica Notável: Formas em terra cársica extremamente alcalina; vários ecossistemas de floresta.




Região de Interesse Histórico e Panorâmico de Huanglong

Património Mundial: Local Natural
Registrado em: 1992
Localização: Condado de Songpan, prefeitura autônoma de Qiang e Aba Tibetana, na província de Sichuan

Situado no noroeste da província de Sichuan, o vale de Huanglong é composto por picos cobertos de neve e pelo glacial situado mais a oriente, de entre todos os glaciais chineses. Complementando a sua paisagem de montanha, podem também ser encontrados diversos ecossistemas de floresta, assim como formações de pedra calcária, quedas de água e espetaculares nascentes de água quente. A área também possui alguns animais em vias de extinção, entre os quais o panda gigante e os semnopitecos dourados de Sichuan.

Característica Notável: Formas em terra cársica extremamente alcalina; vários ecossistemas de floresta.



Região de Interesse Histórico e Panorâmico de Wulingyuan

Património Mundial: Local Natural
Registrado em: 1992
Localização: Província de Hunan

Uma área espetacular que se estende por mais de 26000 hectares na província de Hunan. O local distingue-se pelos mais de 3000 pilares e cumes estreitos de grés, muitos dos quais com mais de 200 metros de altura. Entre os cumes existem ravinas e desfiladeiros com cursos de água, lagos naturais e quedas de água, cerca de 40 grutas e ainda duas grandes pontes naturais. Para além da beleza impressionante da paisagem, a região destaca-se ainda pelo fato de abrigar um grande número de espécies de plantas e animais em vias de extinção.

Característica Notável: Cumes e pilares de grés de quartzo únicos.



Retiro de Montanha e Templos Vizinhos em Chengde

Património Mundial: Local Cultural
Registrado em: 1994
Localização: Província de Hebei

O retiro de montanha e palácio de Verão da dinastia Qing, na província de Hebei, foi construído entre 1703 e 1792. É um vasto complexo de palácios e de edifícios administrativos e de cerimonial. Os templos de vários estilos arquitetônicos e os jardins imperiais misturam-se sutilmente numa paisagem de lagos, pastagens e floresta. Para além do seu interesse estético, o retiro de montanha constitui um vestígio histórico raro do desenvolvimento decisivo da sociedade feudal na China.

Característica Notável: Complexo do palácio imperial do período feudal chinês.



Templo e Cemitério de Confúcio e Mansão da Família Kong em Qufu

Património Mundial: Local Cultural
Registrado em: 1994
Localização: Província de Shandong

O templo, cemitério e mansão da família de Confúcio, o grande filósofo, político e pedagogo dos sécs. IV e V a.C., situam-se em Qufu, na província de Shandong. O templo, construído em sua homenagem em 478 a.C., foi destruído e reconstruído ao longo dos séculos e hoje em dia é composto por mais de 100 edifícios. O cemitério contém o túmulo de Confúcio e os restos mortais de mais de cem mil dos seus descendentes. A pequena casa da família Kong tornou-se numa residência aristocrática gigantesca, da qual ainda restam 152 edifícios. Este conjunto de monumentos em Qufu manteve as suas extraordinárias características artísticas e históricas graças à devoção dos sucessivos imperadores chineses ao longo de mais de 2000 anos.

Característica Notável: Arquitetura doméstica chinesa clássica.




Complexo de Edifícios Antigos nas Montanhas Wudang

Património Mundial: Local Cultural
Registrado em: 1994
Localização: Província de Hubei

O complexo é composto por palácios e templos que constituem o núcleo de edifícios laicos e religiosos, exemplificativo do desenvolvimento arquitetônico e artístico das dinastias Yuan, Ming e Qing. Situado nos vales panorâmicos e nas encostas das montanhas Wudang, na província de Hubei, o local, construído como um complexo organizado durante a dinastia Ming (1368-1644), inclui edifícios tauístas que remontam ao século VII e representa os mais elevados padrões da arte e arquitetura chinesas ao longo de um período de quase mil anos.

Característica Notável: Arquitetura tauísta da China antiga.




Palácio Potala em Lassa, Mosteiro Jokhang, Norbulingka

Património Mundial: Local Cultural
Registrado em: 1994 (Palácio Potala)
2000 (Mosteiro Jokhang)
2001 (Norbulingka)
Localização: Região Autônoma do Tibete

O Palácio Potala , um complexo administrativo, religioso e político, foi construído na Montanha Vermelha no centro do Vale de Lassa, a uma altitude de 3700 metros. O complexo inclui o palácio branco e o palácio vermelho, com os respectivos edifícios anexos. O Palácio Potala, residência de Inverno do Dalai Lama desde o séc. VII d.C., é um símbolo do Budismo tibetano e do seu papel central na administração tradicional do Tibete. A beleza e originalidade da sua arquitetura, a sua decoração enfeitada e a sua integração harmoniosa numa paisagem impressionante constituem elementos que reforçam todo o seu interesse histórico e religioso.

   

Característica Notável: Símbolo do Budismo tibetano



Parque Nacional de Lushan

Património mundial: Local Cultural
Registrado em: 1996
Localização: Província de Jiangxi

O Monte Lushan é um dos centros espirituais da civilização chinesa. Os templos budistas e tauístas, juntamente com os marcos do confucionismo, onde os mais eminentes mestres ensinavam, integram-se perfeitamente numa paisagem de beleza impressionante, que inspirou inúmeros artistas a desenvolverem a abordagem estética da natureza, típica da cultura chinesa.

Característica Notável: Montanha repleta de significado para a história religiosa e cultural da China.




Região Panorâmica do Monte Emei, Incluindo a Região Panorâmica do Buda Gigante de Leshan

Património Mundial: Local Cultural e Natural
Registrado em: 1996
Localização: Província de Sichuan

O primeiro templo budista da China foi construído na província de Sichuan, no Séc I. D. C., integrado numa área maravilhosa, no cimo do Monte Emei. A construção de outros templos fez com que se tornasse num dos principais locais sagrados do budismo. Ao longo dos séculos, os seus tesouros culturais cresceram em número, sendo um dos mais notáveis o Buda gigante de Leshan, esculpido no século VIII, numa colina sobranceira à intersecção de três rios. Com 71 metros de altura, é o maior Buda do mundo. O Monte Emei é também conhecido pela sua vegetação diversificada, variando entre as florestas de pinheiros subtropicais e subalpinas. Algumas das árvores têm mais de 1000 anos.

Característica Notável: Local budista único; ecossistemas de floresta diversificados.


 

Cidade Antiga de Lijiang

Património Mundial: Local Cultural
Registrado em: 1997
Localização: Condado Autônomo de Lijiang

Naxi, Província de Yunnan A cidade antiga de Lijiang, que se adaptou harmoniosamente à topografia irregular deste local de importância comercial e estratégica, conservou uma paisagem urbana histórica de elevada qualidade e autenticidade. A sua arquitetura é notável pela mistura de elementos de diversas culturas, que se foram juntando ao longo dos séculos. Lijiang também possui um antigo sistema de abastecimento de água de grande complexidade e engenho, que ainda funciona eficientemente.

Característica Notável: Mistura de culturas; arquitetura histórica.

 




Cidade Antiga de Ping Yao

Património Mundial: Local Cultural
Registrado em: 1997
Localização: Província de Shanxi

Ping Yao é um exemplo de preservação excepcional de uma cidade Han chinesa tradicional, fundada no séc. XIV. O seu tecido urbano é uma síntese da evolução dos estilos arquitetônicos e do planejamento de cidades na China imperial ao longo de cinco séculos. De especial interesse são os imponentes edifícios associados à banca, que tornaram Ping Yao o centro financeiro de toda a China no séc. XIX e início do séc. XX.

Característica Notável: Cidade chinesa do século XIV.

 




Jardins Clássicos de Suzhou

Património Mundial: Local Cultural
Registrado em: 1997
Localização: Província de Jiangsu

Os quatro jardins na cidade histórica de Suzhou são os melhores exemplos do jardim chinês de concepção clássica, que procura recriar paisagens naturais em miniatura. São reconhecidos mundialmente como obras-primas do gênero. Datados dos sécs. XVI a XVIII, os jardins refletem, no seu desenho meticuloso, a profunda importância metafísica da beleza natural para a cultura chinesa.

Característica Notável: Jardins chineses clássicos.

 




Templo do Céu - Um Altar Imperial de Sacrifícios em Pequim

Património Mundial: Local Cultural
Registrado em: 1998
Localização: Distrito de Chongwen, Pequim

O Tempo do Céu, fundado na primeira metade do séc. XV, é um importante complexo de belos edifícios de culto, construídos em jardins e rodeados por bosques de pinheiros históricos. Na envolvente geral e específica de cada um dos edifícios, o templo simboliza a relação entre a terra e o céu – o mundo do Homem e o mundo de Deus – que se posiciona no centro da cosmogonia chinesa, e também o papel especial desempenhado pelos imperadores nessa mesma relação.

Característica Notável: Símbolo do papel do imperador na relação entre a terra e o céu.



 

Palácio de Verão, Um Jardim Imperial em Pequim

Património Mundial: Local Cultural
Registrado em: 1998
Localização: Distrito de Haidian, Pequim

O Palácio de Verão em Pequim – construído em 1750, bastante danificado pela guerra de 1860 e restaurado de acordo com o traçado original em 1886 – constitui uma obra-prima do paisagismo chinês. A paisagem natural de colinas e cursos de água é combinada com elementos artificiais tais como pavilhões, vestíbulos, palácios, templos e pontes, por forma a compor um conjunto harmonioso de valor estético extraordinário.

Característica Notável: Arquitetura imperial de jardins chineses.


 

Esculturas em Pedra de Dazu

Património Mundial: Local Cultural
Registrado em: 1999
Localização: Cidade de Chongqing

As íngremes colinas da área de Dazu possuem uma série excepcional de esculturas em pedra, criadas entre os séculos IX e XIII. Estas esculturas destacam-se pela sua qualidade estética, pela rica diversidade de motivos, quer laicos quer religiosos, e pelas pistas que fornecem sobre a vida quotidiana da China durante este período. Fornecem também provas extraordinárias da síntese harmoniosa do budismo, taoísmo e confucionismo.

Característica Notável: Estátuas esculpidas em nichos de penhascos.

 




Monte Wuyi

Património mundial: Local Cultural e Natural
Registrado em: 1999
Localização: Província de Fujian

O Monte Wuyi é a área mais extraordinária para a conservação da biodiversidade no sudeste da China e um refúgio para um grande número de espécies antigas, verdadeiras relíquias, muitas das quais são espécies endêmicas da China. A beleza serena dos acentuados desfiladeiros do Rio das Nove Curvas, com os seus inúmeros templos e mosteiros, muitos dos quais se encontram agora em ruínas, foram o cenário ideal para o desenvolvimento do neo-Confucionismo, determinante para as culturas do leste asiático desde o séc. XI. No séc. I a.C., foi construída pelos governantes da dinastia Han uma grande capital administrativa na cidade vizinha de Chengcun. Os seus muros maciços encerram um recinto arqueológico de grande importância.

Característica Notável: Ruínas da cidade capital do reino de Minyue.




Monte Qincheng e Sistema de Irrigação de Dujiangyan

Património Mundial: Local Cultural
Registrado em: 2000
Localização: Cidade de Dujiangyan, província de Sichuan

A construção do sistema de irrigação de Dujiangyan teve início no séc. III a.C. Este sistema continua a controlar as águas do rio Minjiang e faz a sua distribuição para as férteis terras de cultivo das planícies de Chengdu. O Monte Qingcheng foi o local de nascimento do taoísmo, que é celebrado em muitos templos antigos.

Característica Notável: Antigo sistema de irrigação; local onde nasceu o taoísmo.





Antigas Aldeias no Sul de Anhui - Xidi e Hongcun

Património Mundial: Local Cultural
Registrado em: 2000
Localização: Província de Anhui

As duas aldeias tradicionais de Xidi e Hongcun preservam de uma forma notável a aparência de colônias não urbanas de um tipo já quase inexistente ou que se foi transformando durante o último século. O seu plano de arruamentos, a arquitetura e ornamentação e a integração de casas com sistemas polivalentes de água, constituem exemplos únicos que ainda hoje se mantêm.

Característica Notável: Aldeias tradicionais dos séculos XIV a XIX.




Grutas Longmen

Património Mundial: Local Cultural
Registrado em: 2000
Localização: Província de Henan

As grutas e nichos de Longmen possuem a maior e mais extraordinária coleção de arte chinesa das últimas dinastias do Norte, Wei e Tang (316-907). Estas obras, totalmente dedicadas à religião budista, representam o ponto máximo da escultura chinesa em pedra.

Característica Notável: Esculturas budistas do século IV ao século X.



 

Túmulos Imperiais das Dinastias Ming e Qing

Património Mundial: Local Cultural
Registrado em: 2000
Localização: Túmulos Ming, província de Hubei

Túmulos Qing, província de Hebei Os túmulos imperiais Ming e Qing são locais naturais modificados por ação humana, cuidadosamente escolhidos de acordo com os princípios da geomancia (fengshui), onde se encontram inúmeros edifícios de concepção arquitetônica e ornamentação tradicional. Eles exemplificam a continuidade, ao longo de cinco séculos, de uma perspectiva sobre o mundo e de um conceito de poder específico da China feudal.

Característica Notável: Os túmulos imperiais para a continuidade de duas dinastias: Ming e Qing.




Grutas Yungang

Património Mundial: Local Cultural
Registrado em: 2001
Localização: Província de Shanxi

As Grutas Yungang, na cidade de Datong, província de Shanxi, com as suas 252 cavernas e 51.000 estátuas, representam o extraordinário alcance da arte budista em grutas, na China dos sécs. V e VI. As cinco cavernas criadas por Tan Yao, com a sua rigorosa unidade de disposição e concepção, constituem uma obra-prima clássica do primeiro auge da arte budista chinesa.

Característica Notável: Esculturas budistas antigas.