Faça Uma Busca:
 
 



 
Home/Arquitetura/Shangai Bank

 Arquitetura

 SHANGAI BANK


Construído com muitas restrições, esse edifício é, em termos de escala e complexidade, um empreendimento tecnológico notável. Encomendado numa época de incerteza política, é um símbolo de confiança no futuro de Hong Kong como um centro internacional do mercado financeiro.

O projeto inicial da Foster Associates baseava-se no conceito de “recuperação em fases”.

 
 


Isso permitiria flexibilizar as etapas construtivas conservando o edifício do banco pré-existente em funcionamento até a fase final .

O novo edifício deveria ser construído em fatias verticais, o que originou a característica do edifício e sua singular superestrutura. As torres de mastros verticais, que sustentam os pisos dos andares de escritórios, são sustentados pelas grandes armações de aço horizontais. Embora a idéia de recuperação por fases tenha sido posteriormente abandonada para poder incorporar o subsolo no projeto, o posicionamento da armação estrutural em cada extremidade da planta baixa permite um planejamento ininterrupto e flexível do espaço de trabalho.

Essa flexibilidade é uma filosofia de projeto coerente, empregada para antecipar as futuras adaptações, numa organização controlada da estrutura do edifício.

 



Curiosidades:

- Durante a construção os guindastes foram montados nas torres de mastros para não ocupar espaço. Em caso de ventania, quando possíveis tufões inviabilizavam o trabalho, os guindastes poderiam se movimentar livremente, impedindo a colisão.


- Os andaimes para o edifício foram feitos de postes de bambu tradicionais, amarrados com fios de náilon. Esse arranjo fornece uma estrutura temporária flexível, leve e econômica.

- Abaixo dos quatro subsolos, cada torre de mastros se apoia em quatro estacas de concreto moldadas sobre solo rochoso. A escavação foi manual.

 

Outras Matérias de Arranha Céus:

 · Templo do Céu.



VOLTAR